Advogado ou Empreendedor?

Advogado ou Empreendedor?

Olá queridos Doutores!

Inicialmente vou comentar algo que é mais genérico a todos que trabalham na área jurídica: o fato de que o Advogado não é mais aquele profissional que ficava sentado na cadeira aguardando clientes. O crescimento dos profissionais, das empresas e de toda a sociedade que necessita de um Advogado levou o profissional a ter mais proatividade, mas o que isto significa?

Para ser um profissional bem sucedido na área jurídica faz-se necessário antever os riscos do processo e indicar ao seu cliente quais serão as consequências benéficas ou não da demanda, e jamais dizer “que o processo é fácil” ou ainda, “será de fácil resolução”, pois o Judiciário é baseado na interpretação das leis e no ônus da prova, portanto atingirá o seu objetivo, o Advogado que melhor provar e fundamentar o caso. Ter humildade e um estudo focado em determinada área é uma das ferramentas que o levará a atingir o objetivo almejado, do mesmo modo como ser sincero com o cliente sobre o caso que ele lhe confiou. Confiança atrai confiança!

Ademais, os escritórios transformaram-se em pequenas empresas, e ainda que um ou outro profissional esteja trabalhando sozinho, impreterivelmente terá clientes que serão seus “empregadores”, e irão necessariamente ter que se relacionar com diversas pessoas no judiciário: cartorários, oficiais, juízes, outros advogados, o que demonstra que não basta ter conhecimento jurídico, mas principalmente, habilidade de lidar com pessoas. Este é o ponto chave para crescimento profissional e pessoal.

Partindo da premissa de que os escritórios hoje são empresas de pequeno porte, em algum momento você terá que empreender, o que não significa, necessariamente, abrir uma empresa, pode ser uma nova ideia que vai melhorar o ambiente de trabalho, o início de uma discussão jurídica sobre determinado tema. Portanto, empreender é colocar em prática uma ideia que você acredita.

Gostaria então de propor a vocês que se questionassem, pois o nosso intuito final é sempre melhorar nossa atuação, vocabulário, conhecimento, relacionamento, da seguinte forma: o que você mudaria no seu ambiente de trabalho? Qual é o seu sonho e o que você precisa fazer para alcança-lo? o que lhe traria melhores clientes? Como posso melhorar minha atuação nas audiências? Já compartilhei conhecimento com outros profissionais da mesma área, simplesmente para ajuda-lo sem pedir nada em troca?

Sempre que colocamos em prática uma boa ideia, indiretamente estaremos beneficiando outras pessoas. Então comece a pensar e agir como dono da sua vida, do seu negócio, e tire o pé do acelerador, ou melhor, dos inúmeros prazos (já que essa é a vida do Advogado) e tire alguns minutos do seu dia para pensar em algo para melhorar sua vida, seu ambiente de trabalho.

Beijo,

Marcia

 

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *