DA VAIDADE NO AMBIENTE DE TRABALHO.

DA VAIDADE NO AMBIENTE DE TRABALHO.

Olá tudo bem com vocês?

Hoje vou falar sobre um tema bastante corriqueiro no ambiente de trabalho: a vaidade! Atualmente muitas empresas estão buscando adequar-se a uma hierarquia horizontal, onde os funcionários possam atuar de forma mais participativa, mas não são todas as companhias que trabalham desta forma, a maioria ainda atua com uma hierarquia vertical. Este tipo de gestão acaba exigindo mais do funcionário, cujas ideias e inovações sejam transmitidas aqueles imediatamente e hierarquicamente superiores. Assim, nesse sentido quero compartilhar com vocês a experiência de uma pessoa que recentemente foi demitida do trabalho por um episódio que demonstra o quanto a vaidade pode prejudicar a permanência de um funcionário na empresa.

Um funcionário que atuava na área comercial de uma empresa, durante uma reunião com terceiros, chamou a atenção do CEO (Presidente) mencionando que a forma dele de pensar estava equivocada acerca de determinado procedimento. O CEO não gostou e acabou demitindo o funcionário após término da reunião.

Chama a atenção alguns fatores importantes: o que provocou a demissão foi a colocação da ideia do funcionário, que era totalmente contrária à do CEO, em uma reunião onde havia terceiros participando. Este caso é um exemplo típico de uma hierarquia vertical. Talvez se o funcionário tivesse conversado antes da reunião com o chefe, ele pudesse até colocar a sua ideia como alternativa na reunião, valorizando-o, porém não foi o que ocorreu.

Minha dica para estes casos é agir sempre com sabedoria e muita diplomacia, se você tem maior conhecimento sobre determinado procedimento ou assunto que o seu chefe, coloque a ele sua opinião reservadamente, principalmente se ele for vaidoso, pois ele não irá tolerar ser contrariado na frente de clientes.

Parece algo simples, mas isto acontece com muita frequência, a famosa guerra de egos!

Pesquisando sobre o assunto assisti um vídeo bem interessante, gravado pelo Historiador Leandro Karnal (aliás ele é um profissional excepcional), que explica a guerra de egos entre chefe e subordinados, e ele faz a seguinte colocação: “Quando você reclama que o chefe não te ouve, não é apenas a vaidade do chefe em não lhe dar ouvidos que se destaca, mas talvez a sua também em pensar que não está sendo valorizado”.

As pessoas precisam entender que há o tempo certo para tudo e que se o trabalho desempenhado for satisfatório e apresentar resultados o crescimento ocorrerá naturalmente. Não é fácil trabalhar com vaidades, mas vamos combinar que isto acontece o tempo todo e não apenas no ambiente de trabalho.

O grande ponto dessa questão é a autoavaliação, será que quando estamos criticando muito alguém no trabalho ou colocando nossas ideias em momentos inadequados também não estamos sendo vaidosos? Será que o modo como nos colocamos ou agimos está correto? Lembrem que a melhor resposta para essas questões são os nossos resultados. A solução mais fácil é criticar e culpar os outros, mas garanto que quando você fizer uma introspecção e analisar suas escolhas e comportamentos terá a resposta.

Marcia Menegassi
Dúvidas mais específicas estou disponível no e-mail: marcia@marciamenegassi.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *